Lisboa, a minha nova casa

12:00:00

Nos últimos meses têm acontecido vários momentos e mudanças marcantes na minha vida. Entrei na universidade e no curso que sempre quis, mudei de cidade, habituei-me a viver sozinha e conheci muita gente nova. A minha vida deu uma volta enorme e já não sou a pessoa que era antes.
Por isso, e sendo o blog uma parte de mim, também este sofreu uma pequena alteração. Não só em termos visuais como também em termos de conteúdo.

Para vos dar um pequeno update, estou a estudar Jornalismo na Escola Superior de Comunicação Social em Lisboa. Sinto-me mesmo muito feliz porque foi sempre aquilo que sempre quis e com que sempre sonhei. Já conheci pessoas incríveis, o que me faz ver que estou mesmo no sítio certo.

Por causa do meu horário complicado, ainda fui pouco à descoberta de Lisboa mas hoje vou-vos mostrar um pouco de um dos dias em que me aventurei pela cidade com duas amigas. Foi uma tarde muito boa porque não só conheci novos sítios, como a passei em muito boa companhia.

Dia 23 de novembro de 2016

Frankie
Depois de uma manhã de aulas, fui com três amigos almoçar ao Frankie. Para quem não conhece (quase impossível), é um restaurante especializado em cachorros quentes. Há de tudo e para todos os gostos: desde cachorros com queijo crocante, com ovo, com macarrão, com molho de manga, com guacamole até saladas.
Os menus são super em conta e podem obter toda a informação na página do facebook. Há a opção do menu estudante, que tem o valor de 5€, no qual têm direito a um cachorro (Caeser ou Crispy Cheedar), a uma bebida e a batatas fritas. 
Agora há dois estabelecimentos, um ao pé da Cidade Universitária e outro no Saldanha. O último foi aberto recentemente por isso ainda não tive oportunidade de lá ir.

Cachorros Veggie e Caeser; Limonada de Morango; Batata frita Frankie
Menus Estudante: Cachorros Crispy Cheddar e Caeser; Limonada de Maracujá

Fábrica Lisboa
Depois disso, e como ainda não tínhamos comido o suficiente (ironia ao mais alto nível), decidimos ir dar uma volta e acabámos na Fábrica Lisboa. Eu nunca tinha lá ido, mas posso dizer que adorei. É um sítio um bocado escuro mas a decoração é super vintage e diferente: catos nas mesas, televisões e telefones antigos nas prateleiras, vinis, livros e tudo mais.



Como este café se localiza num sítio turístico no centro de Lisboa (na Baixa), os preços chegam a ser um bocado altos mas vale a pena porque se passa, facilmente, uma tarde lá. As minhas duas amigas pediram uma Limonada com menta (1,90€) e eu pedi um Machiatto coffee (0,80€). Ficámos lá, literalmente, a tarde toda. É um espaço muito agradável e disponibiliza jornais e revistas recentes para leitura (não fôssemos nós aspirantes a jornalistas).







Da Baixa ao Terreiro
No final da tarde, e como cada uma tinha de apanhar o seu transporte (barco, comboio e metro), fomos até ao Terreiro do Paço. Durante a caminhada encontrámos alguns cafés/restaurantes que adicionámos à nossa wishlist de sítios a experimentar. Agora é só esperar por um bom horário do segundo semestre e pouca coisa para fazer (impossível).

Ficámos com uma vontade gigante de visitar a Gelato Therapy!

Ver a árvore de Natal enquanto está em construção e não a ver quando já é mesmo Natal e quando está realmente a funcionar? Isto sou eu.
Infelizmente, no dia 23 de novembro, a tão "instagram cliché" árvore de Natal do Terreiro do Paço ainda estava em processo de construção e, apesar de agora viver em Lisboa, ainda não a vi iluminada e ainda não tirei as típicas fotos. Pode ser que esse momento aconteça ainda esta semana.


O Terreiro do Paço é, e sempre foi, um dos meus sítios favoritos em Lisboa. É a junção entre a cidade e o rio, entre Lisboa e o Tejo. A história presente naquele sítio não deixa ninguém indiferente: o antes e o depois do terramoto de 1755, o regicídio, a revolução de 1910, o Martinho da Arcada, etc.





Outra coisa que também não passa despercebido é o pôr do sol de Lisboa. Novembro, céu (quase) limpo e em tons de azul-alaranjado. É nestes momentos e nestas situações que me percebo da sorte que tenho de viver em Lisboa, de viver em Portugal.






Na nossa caminhada final até ao Cais do Sodré, parámos para ver o tão falado "Pop Galo" da Joana Vasconcelos. Feito em azulejos e luzes LED, deu um toque muito engraçado e moderno a uma zona ribeirinha mais tradicional e histórica.
O Galo de Barcelos é uma figura típica portuguesa, fazendo todo o sentido tê-lo num ponto tão turístico de Lisboa. Simboliza um país moderno e tecnológico, mas que ainda assim mantém as suas tradições e as suas raízes. Neste momento, acho que este galo já "voou" para a China, onde estará exposto.


E com isto, enfiei-me no metro de volta a casa e aos livros. Espero vir a conhecer mais Lisboa, a cidade onde fui parar e onde estou tão feliz por estar.
Continuem a acompanhar esta nova fase do blog porque coisas muito boas estão para vir. Isto será sempre um reflexo de mim e da minha personalidade.

Com muito amor,
Marta.

You Might Also Like

10 comentários

  1. que fotos tão giras. tenho mesmo de voltar a Lisboa (:
    http://arrblogs.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Volta, é uma cidade de que nunca se cansa! Obrigada e muitos beijinhos!

      Eliminar
  2. Lindas fotos!!

    https://jusajublog.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  3. Bom ter-te de volta! Espero que Lisboa te acolha da melhor maneira!
    Bjs, CH

    Bonecas de Papel

    ResponderEliminar
  4. Quero mesmo experimentar os cachorros do Frankie's!

    beijinho e boas festas,
    priceless-ambition.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  5. Lisboa é magnifica, espero que sejas muito feliz aí! :D Tenho imensa curiosidade com esses hot dogs.
    beijinhos, The Fancy Cats

    ResponderEliminar
  6. Se já ando com uma vontade de explorar a cidade de Lisboa, esta publicação ainda fez querer explorar 1001 restaurantes, ruas, museus, .. Novo post no blog! Se gostares segue-me <3 Eu já te segui!

    OH, Carolina
    instagram: @carolinarfrancisco

    ResponderEliminar
  7. Adorei as fotos e ainda mais o teu blog!! Já te estou a seguir eheh :)

    Beijinhos,
    Shades of a Girl

    ResponderEliminar